Agentes do Depen são suspeitos de facilitar entrada de drogas na cadeia

1373

Dois agentes de cadeia foram presos acusados de facilitar a entrada de drogas e outros objetos ilícitos nas cadeias de Apucarana e São João do Ivaí.

Segundo o delegado chefe da 17ª Subdivisão de Apucarana, José Aparecido Jacovós, o agente que atua no minipresídio foi detido em flagrante na segunda-feira (8), após duas pessoas tentarem entrar na unidade com beterrabas e batatas recheadas com cocaína e maconha.

“Após a tentativa de entrada das drogas no minipresídio foi feito o flagrante e colheu-se indícios de que o agente não cumpriu com sua obrigação. Ele seria um agente colaborador, um facilitador”, disse o delegado.

 

A delegada Karen Friedrich Nascimento, de São João do Ivaí informou que o agente estava sendo monitorado, pois vinha apresentando comportamento estranho. Por meio de uma denúncia anônima, a polícia foi informada de que uma mulher tentaria entrar com drogas escondidas nas partes íntimas e encaminhou a suspeita para um exame de raio-x quando ela passou pela vistoria. Após o exame a droga sumiu.

“No exame de raio x, apesar de constatar que havia corpo estranho no canal vaginal, ela acabou conseguindo dispensar essa droga. Depois recebemos informação de que o agente pegou a droga e adentrou com ela na carceragem e fez a entrega. Quando interrogamos a mulher, ela de fato confirmou que esse agente estava entrando na cadeia com tabletes de maconha em troca de dinheiro e outras regalias. Existem fortes indícios de que ele estava traficando e facilitando a entrada de celulares entre outras coisas na carceragem”, informou a delegada.

Os agentes estão presos preventivamente no prazo de 30 dias. “A polícia faz um trabalho muito árduo para colocar bandidos na cadeia e os agentes do Estado que deveriam impedir a entrada de objetos ilícitos como drogas, armas, facilitam. Essas pessoas devem ser excluídas do quadro do departamento penitenciário, pois estão colocando em risco a vida dos colegas e dos policiais, pois se facilitam entrada de entorpecentes, podem facilitar entrada de armas”, concluiu o delegado Jacovós.

O Depen foi comunicado e deve tomar medidas cabíveis para excluir os agentes do quadro de funcionários.

Fonte: RTV  Canal 38

Compartilhar