Cadeirante morre carbonizado em incêndio na cidade de Maringá

495
O Diário / Foto André Almenara

A Polícia Civil investiga um possível incêndio criminoso, que pode ter provocado a morte de um cadeirante de aproximadamente 50 anos, em Maringá. O fogo consumiu a casa em que ele morava e a vítima não conseguiu fugir. Quando o Corpo de Bombeiros entrou no imóvel, encontrou o corpo do homem carbonizado e caído ao lado da cadeira de rodas. O incêndio começou por volta das 23h de segunda-feira (7), na Rua Campos Sales, na Zona 7.

cadeiranteTodo o interior da casa foi consumido pelo fogo e, de acordo com o Corpo de Bombeiros, ainda não foi possível descobrir qual teria sido o foco inicial do incêndio. A polícia, no entanto, acredita que há grandes chances de o incêndio ter sido provocado por outra pessoa, que pretendia matar a vítima. O corpo do cadeirante estava no chão da sala, ao lado da cadeira de rodas e a suspeita é de que alguém tenha derrubado ele, para que não conseguisse fugir, ou que a vítima tenha caído da cadeira na tentativa de escapar do fogo.

Outra situação que gera desconfiança é o relato de um suposto amigo da vítima. O rapaz contou que levou o cadeirante para a casa e foi embora, no entanto, quando soube que a casa estava pegando fogo, voltou para tentar salvar o homem, mas não deu tempo. A história ainda será verificada pela Delegacia de Homicídios, que assumiu o caso.

Leia mais em O Diário

 

Compartilhar