Empossados novos conselheiros tutelares de Mandaguari

377

Na manhã desta sexta-feira, 10 de janeiro, foram empossados os cinco novos conselheiros tutelares de Mandaguari, eleitos no final do ano passado para um mandato de quatro anos. A solenidade aconteceu no plenário da Câmara Municipal, sob a coordenação do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) e a Prefeitura do Município de Mandaguari, através da Secretaria de Assistência Social.

Tomaram posse para um mandato até 2024 os seguinte conselheiros, com suas respectivas votações: Geraldo Boanerges (545 votos), Josi Copele (444), Cidinha Freitas (399) Margareth Salgado Betioli (361) e Antônia Garcia (331).

O evento contou com as presenças do prefeito Romualdo Batista; a presidente do CMDCA, Maria de Lourdes de Almeida Paes; o promotor de justiça da comarca, Erick Leonel Barbosa da Silva; o presidente da Câmara Municipal, Hudson Guimarães; a secretária de Assistência Social Gisele Knupp; a secretária de Educação Adenise Batista Rodrigues; o secretário de Cultura, Esporte e Lazer Roberto Almeida do Nascimento; os vereadores Jocelino Tavares e Sebastião Alexandre da Silva; e a Maria Sônia Freire Garcia, que deixou o magistrado recentemente, depois de cumprir 25 anos de serviços prestados no cargo de promotora de justiça, respondendo por muito tempo pela comarca de Mandaguari.

EXEMPLO – Nos pronunciamentos dirigidos aos presentes, foi bastante citada a eficiência da rede de proteção à criança e ao adolescente de Mandaguari, que tem servido de exemplo para outros municípios.

O prefeito Romualdo Batista destacou a seriedade e fez um especial agradecimento aos conselheiros que estão deixando os cargos, ao mesmo tempo em que destacou que “a Prefeitura está à disposição no que for necessário para este conselho que tem como missão de proteger nossa crianças e adolescentes, o que tem destacado Mandaguari em nosso estado neste quesito”.

“Trata-se de um órgão importante na rede de proteção da criança e do adolescente, porque está na linha frente, mantendo o primeiro contato com a sociedade, numa função da maior responsabilidade”, ressaltou o promotor de justiça Erick Leonel Barbosa da Silva, que também destacou a força a rede local que tem chamado a atenção de outros municípios.

A secretária de Assistência Social, Gisele, aproveitou para agradecer aos conselheiros que estão deixando o órgão. “Agradecemos pelo trabalho dedicado durante os últimos quatro anos e também damos as boas vindas paras aqueles que estão assumindo agora e nos colocamos a inteira disposição de todos”.

“Que o trabalho dos conselheiros que assumem seja o mais leve possível, apesar das dificuldades que sabemos que os conselheiros que, independentemente de plantões, têm dedicação 24 horas a esta missão”, destacou o presidente da Câmara, Hudson Guimarães.

PREVENÇÃO – A presidente do CMDCA, Maria de Lourdes de Almeida Paes falou do aprendizado nas dificuldades e na necessidade de adequações da legislação e do trabalho de prevenção. “O processo eleitoral correu bem apesar das dificuldades, o que nos leva a repensar sobre alterações na legislação para torna-lo mais simples”, observou, acrescentando que “com todos os problemas enfrentados nos últimos anos, lições foram aprendidas e criamos uma rede forte, mas a partir de agora temos também que focar mais na prevenção, além de olhar com mais atenção para os adolescentes e, para que isso aconteça, precisamos de toda rede empenhada, porque sozinhos nada fazemos”.

 

Compartilhar