Homem é morto a pauladas e tem orelha e olhos arrancados em Maringá

Por Maringá Manchete

1279

A Delegacia de Homicídios de Maringá conseguiu esclarecer o crime de assassinato contra Marcio Henrique da Cruz, de 38 anos, que foi encontrado morto no início da manhã desta terça-feira (11) no Centro de Ressocialização do Egresso, localizado na Estrada Paranhos. Os autores do crime usaram de muita violência contra a vítima que não teve chance de defesa. Marcio foi morto a pauladas e ainda teve a orelha decepada e um olho arrancado.
Durante conversa com os demais internos, os policiais decidiram levar três suspeitos para a delegacia. Um deles foi ouvido e liberado minutos depois. Ficaram detidos Geraldo de 54 anos, e Israel  de 27.
Geraldo colaborou em seu interrogatório e apontou Israel como sendo um dos autores do crime. Israel que negava participação no assassinato acabou confessando para o delegado Diego Almeida, que ajudou a matar a vítima.
Israel disse aos policiais que ajudou a segurar e desferir golpes de pau na cabeça de Marcio Henrique, mas que não cortou a orelha e não arrancou o olho. O segundo suspeito que está foragido, de pré-nome Fernando. O delegado disse que a motivação do crime foi o uso de drogas no local. Geraldo, de 54 anos, foi liberado na sequência e Israel dos Santos foi autuado em flagrante pelo crime de homicídio.

Compartilhar