Mulher não consegue retirar droga de órgão genital e acaba com infecção

1657

A Polícia Militar foi acionada na manhã de sexta-feira (3) na Rua Manoel Antunes Pereira, no centro, onde algumas enfermeiras relataram que uma paciente grávida de 25 semanas chegou ao local se queixando de fortes dores no útero.

A mulher informou que havia inserido cerca de 200 gramas de maconha na vagina há três meses atrás, porém não conseguiu retirar a droga.

A droga estava em um saco plástico já estava em estado de podridão e a paciente foi transferida ao Hospital Santa Casa de Maringá, com suspeita de infecção generalizada.

A maconha foi encaminhados à  Delegacia de Polícia Civil e um boletim de ocorrência foi confeccionado.

Compartilhar