PM prende suspeitos de balear cliente em tentativa de assalto a pet shop de Maringá

708

A Polícia Militar (PM) prendeu, na noite de sábado (2), os dois suspeitos de uma tentativa de roubo que terminou com um cliente baleado em um pet shop de Maringá, no norte do Paraná.

Junto com os dois homens, de 30 e 39 anos, foram apreendidas a arma e a motocicleta, que, segundo, a polícia são as mesmas que aparecem nas imagens das câmeras de vigilância da loja. Assista ao vídeo abaixo.

Homem é baleado dentro de pet shop em Maringá neste sábado (02)

O crime aconteceu por volta das 15h30 de sábado, na avenida Arquiteto Nildo Ribeiro da Rocha, Conjunto Borba Gato, zona sul de Maringá.

Um homem entrou no pet shop exibindo uma arma e disparou logo após anunciar o assalto. Um cliente do estabelecimento, de 24 anos, foi atingido no abdômen. O ladrão fugiu com um comparsa em uma motocicleta, sem levar nada.

“O autor do disparo disse que tudo aconteceu em um momento de nervosismo, o que condiz com as imagens. Ele não tinha experiência no manejo da arma, estava com o dedo no gatilho e acabou disparando contra a vítima sem querer”, diz o delegado Mateus Ganzer.

A dupla foi autuada em flagrante por tentativa de latrocínio.

De acordo com a PM, os dois suspeitos foram localizados por volta das 21h, na avenida Pioneiro João Pereira, altura do Jardim Indaiá, zona oeste da cidade – a cerca de sete quilômetros do local do crime.

Os dois homens vestiam as mesmas roupas utilizadas no crime e estavam em um imóvel – localizado por meio da placa da moto, captada por câmeras de vigilância.

De acordo com a assessoria de imprensa do Hospital Santa Rita, a vítima do disparo passou por uma cirurgia e está “estável, respirando normalmente, sem queixas”.

Ainda de acordo como o hospital, o paciente deverá permanecer durante todo o domingo no Centro de Tratamento e Terapia Intensiva, em observação.

Informações e foto: G1.

Compartilhar