Primeiro levantamento do ano aponta estado de alerta de infestação do mosquito da dengue

342

A Prefeitura de Mandaguari,  através da Vigilância em Saúde, divulgou na terça (6) a primeira medição de 2024 do Levantamento de Índice Rápido do Aedes aegypti (LIRAa). O balanço revela estado de alerta de infestação do mosquito responsável pela transmissão de doenças como dengue, zika, chikungunya e febre amarela. A medição aconteceu entre os dias 8 e 12/1.

De acordo com o resultado, o índice de infestação é de 1,9%, valor considerado estado de alerta de acordo com as diretrizes adotadas pelo Ministério da Saúde (MS).

Pelas normas do MS, o ideal é que o índice de infestação predial do mosquito esteja abaixo de 1% para ser considerado satisfatório. Se a taxa estiver entre 1% e 3,9% é considerado estado de alerta e; com percentual acima de 3,9%, o órgão federal classifica como risco de surto das doenças transmitidas pelo mosquito.

A prefeita Ivonéia Furtado reforça a importância do combate à dengue: “Pedimos, novamente, que as pessoas cuidem bem de seus quintais, não deixem água parada e que possamos evitar a proliferação do mosquito”, afirma.

O calendário de medição do LIRAa é definido pelo Governo do Estado e prevê quatro ciclos, com intervalos regulares, mas que podem ser modificados em caso de necessidade da Secretaria Estadual de Saúde.

PMM. Apoio em divulgação “Site Mandaguari Online”.

foto mosquito da dengue

Compartilhar