Processos Seletivos Simplificados (PSS) do IBGE

435

Inscrições seguem abertas até o dia 21 de janeiro
Se você deseja uma oportunidade de trabalho no Censo Demográfico 2022, é preciso ser aprovado nos Processos Seletivos Simplificados (PSS) do IBGE. Coisa que famosos como a Ana Maria Braga da Globo e o baterista André Jung (ex-Titãs e IRA!) já fizeram em Censos passados.

Todos os conteúdos cobrados estão descritos nos editais, mas veja a seguir dicas sobre o que estudar para as provas e saiba mais sobre os cargos.

Conhecimentos Técnicos e Ética no Serviço Público

Em todas as provas, haverá questões sobre Ética no Serviço Público e Conhecimentos Técnicos sobre o Censo Demográfico. Para esses conteúdos, O IBGE preparou materiais que podem ser úteis:

– Estudo dos Conhecimentos Técnicos

– Código de Ética do IBGE

Além disso, é importante conhecer a Lei nº 8.112 de 1990, sobre o Regime Jurídico dos servidores públicos civis federais.

Recenseador

O recenseador é o profissional que vai bater na porta das casas das pessoas para aplicar o questionário do Censo. Para se candidatar, a pessoa deve ter mais de 18 anos e o Ensino Fundamental completo. O pagamento será por produtividade e varia de acordo as horas trabalhadas semanais (mínimo de 25 horas e máximo de 50 horas por semana), a quantidade de entrevistas realizadas e a localidade. É possível ter uma ideia do valor no site https://censo2022.ibge.gov.br/trabalhe-no-censo/estimativa-de-remuneracao.html .

O candidato fará uma prova com 60 questões: 10 questões de Língua Portuguesa, 10 questões de Matemática, 5 questões sobre Ética e 25 questões de Conhecimentos Técnicos. São questões de múltipla escolha: em cada uma, o candidato deverá escolher entre cinco alternativas, sendo que apenas uma é correta.

Há muito material gratuito na internet sobre Português e Matemática, além de diversos cursos preparatórios que também podem ajudar o candidato a se preparar. Veja conteúdos que podem cair na prova:

Língua Portuguesa

Compreensão e interpretação de textos de gêneros variados.
Reconhecimento de tipos e gêneros textuais.
Domínio da ortografia oficial.
Domínio dos mecanismos de coesão textual.
Emprego de elementos de referenciação, substituição e repetição, de conectores e de outros elementos de sequenciação textual.
Emprego de tempos e modos verbais.
Domínio da estrutura morfossintática do período.
Emprego das classes de palavras.
Relações de coordenação entre orações e entre termos da oração.
Relações de subordinação entre orações e entre termos da oração.
Emprego dos sinais de pontuação.
Concordância verbal e nominal.
Regência verbal e nominal.
Emprego do sinal indicativo de crase.
Colocação dos pronomes átonos.
Reescrita de frases e parágrafos do texto.
Significação das palavras.
Substituição de palavras ou de trechos de texto.
Reorganização da estrutura de orações e de períodos do texto.
Reescrita de textos de diferentes gêneros e níveis de formalidade.
Matemática

Números reais.
Operações e problemas.
Porcentagens.
Problemas que envolvem cálculo de percentuais.
Função do 1º grau.
Representações algébrica e gráfica.
Grandezas diretamente proporcionais e grandezas inversamente proporcionais.
Resolução de equações do 2º grau.
Unidades de medida (de comprimento, volume, capacidade, tempo, massa, temperatura e área) e resolução de problemas envolvendo grandezas (comprimento, volume, capacidade, tempo, massa, temperatura e área).
Problemas envolvendo o cálculo de área e perímetro de figuras planas e volume.
Leitura de mapas e plantas baixas.
Localização e movimentação utilizando mapas e plantas baixas.
Leitura e interpretação de tabelas e gráficos.
Agente Censitário Municipal (ACM) e Agente Censitário Supervisor (ACS)

São os profissionais que coordenam o trabalho dos recenseadores. O Agente Censitário Supervisor (ACS) será responsável por coordenar e apoiar equipes de recenseadores, enquanto o Agente Censitário Municipal (ACM) vai ser responsável por coordenar e apoiar os ACS. Para se candidatar, a pessoa deve ter mais de 18 anos e o Ensino Médio completo. Ambos trabalharão 40 horas por semana e o salário para ACM é de R$2100, enquanto para ACS é de R$1700. Vale observar que as pessoas se inscrevem para as duas vagas, ACM e ACS, e serão selecionadas de acordo com sua classificação no PSS: o primeiro colocado será escolhido para ACM, enquanto o segundo colocado será escolhido para ACS.

Os candidatos farão uma prova com 60 questões: 10 questões de Língua Portuguesa, 10 questões de Raciocínio Lógico Quantitativo, 5 questões de Ética no Serviço Público, 15 questões de Noções de Administração / Situações Gerenciais e 20 questões de Conhecimentos Técnicos. São questões de múltipla escolha: em cada uma, o candidato deverá escolher entre cinco alternativas, sendo que apenas uma é correta.

Há muito material gratuito na internet sobre Português, Raciocínio Lógico Quantitativo e Noções de Administração, além de diversos cursos preparatórios que também podem ajudar o candidato a se preparar. Veja outros conteúdos que podem cair na prova:

Língua Portuguesa

Compreensão e interpretação de textos de gêneros variados.
Reconhecimento de tipos e gêneros textuais.
Domínio da ortografia oficial.
Domínio dos mecanismos de coesão textual.
Emprego de elementos de referenciação, substituição e repetição, de conectores e de outros elementos de sequenciação textual.
Emprego de tempos e modos verbais.
Domínio da estrutura morfossintática do período.
Emprego das classes de palavras.
Relações de coordenação entre orações e entre termos da oração.
Relações de subordinação entre orações e entre termos da oração.
Emprego dos sinais de pontuação.
Concordância verbal e nominal.
Regência verbal e nominal.
Emprego do sinal indicativo de crase.
Colocação dos pronomes átonos.
Reescrita de frases e parágrafos do texto.
Significação das palavras.
Substituição de palavras ou de trechos de texto.
Reorganização da estrutura de orações e de períodos do texto.
Reescrita de textos de diferentes gêneros e níveis de formalidade.
Raciocínio Lógico Quantitativo

Estruturas lógicas.
Lógica de argumentação.
Diagramas lógicos.
Aritmética.
Leitura e interpretação de tabelas e gráficos.
Noções de Administração / Situações Gerenciais

Aspectos gerais da administração. Organizações como sistemas abertos.
Funções administrativas.
Planejamento, organização, direção e controle.
Motivação, comunicação e liderança.
Processo decisório e resolução de problemas.
Noções básicas de gerência e gestão de organizações e de pessoas.
Eficiência e funcionamento de grupos. O indivíduo na organização: papéis e interações. Trabalho em equipe. Equipes de trabalho.
Responsabilidade, coordenação, autoridade, poder e delegação.
Avaliação de desempenho.
Compromisso com a qualidade nos serviços prestados.
Provas serão no mesmo dia; Recenseador pela manhã, ACM e ACM à tarde

As provas para todas as funções estão previstas para o dia 10 de abril. Na parte da manhã, as provas para Recenseador vão das 9h até as 12h. Na parte da tarde, as provas para ACM e ACS vão das 14h30 até as 18hs. O candidato pode fazer a prova em local diferente daquele em que vai trabalhar. Por exemplo, um candidato a recenseador pode fazer a prova em Curitiba, mesmo que deseje trabalhar em Foz do Iguaçu. É preciso escolher no momento da inscrição.

Inscrições

https://conhecimento.fgv.br/concursos/ibgepss21

Mais informações sobre o Censo 2022

https://censo2022.ibge.gov.br/

Conheça famosos que já trabalharam no Censo

https://agenciadenoticias.ibge.gov.br/agencia-noticias/2012-agencia-de-noticias/noticias/32720-conheca-famosos-que-ja-trabalharam-no-censo-processo-seletivo-tem-mais-de-200-mil-vagas-abertas

Compartilhar