Crianças indianas morreram por comer lichia de estômago vazio, diz estudo

1434

Um estudo de cientistas americanos e indianos desvendou os mistérios por trás de uma doença que matou mais de cem crianças por ano na Índia ao longo de pelo menos duas décadas. Segundo a pesquisa, publicada na revista médica “Lancet” desta semana, as crianças morreram porque comeram lichia de estômago vazio.

O estudo observa que, desde os anos 90, crianças aparentemente saudáveis na região de Bihar, no Norte do país, sofreram convulsões repentinas e perda de consciência. Quase a metade delas morreu, segundo médicos. A maioria das vítimas era de origem pobre e morava nessa que é a principal região produtora de lichias da Índia.

Ninguém sabia explicar a origem do problema, mas a pesquisa sugere que as vítimas foram envenenadas pelas próprias lichias, que elas teriam comido depois que as frutas caíam no chão em pomares.

Poucas pessoas sabem, mas as lichias contém toxinas que inibem a capacidade do organismo de produzir glicose. Esta característica teria afetado crianças pequenas cujos níveis de açúcar no sangue já eram baixos porque, como são pobres, elas muitas vezes não jantam.

Continue lendo em O Globo

Compartilhar